Carrinho de Compras

O carrinho ainda está vazio

8ª sessão do curso livre sobre História - Património - Turismo



 

O Turismo na pós-pandemia
1 – Poderá a Região do Porto e Norte regressar aos indicadores de 2019?
2 – Relação entre Cultura e Turismo, fatalidade ou oportunidade?
3 – Quais os nossos fatores críticos de sucesso?

7ª sessão do curso livre sobre História - Património - Turismo

Ao Sabor de Portugal - Rotas do Turismo Gastronómico

Como numa conversa intimista, iremos em viagem ao Sabor de Portugal. O mote é a gastronomia sempre ancorada no seu berço mais que perfeito, a paisagem física e humana. No estreito e fino limite que distingue o Sul do Norte, o Interior do Litoral iremos encontrar, tanto de franjas, como de centros telúricos, todos unidos pelos fios invisíveis que tecem a unidade da cozinha portuguesa. 

Ler mais...

4ª sessão do Curso livre sobre História - Património - Turismo

Turismo enológico

O vinho constitui elemento da cultura portuguesa e gerou patrimónios de vasta abrangência, dispersos por todo o território.
O norte de Portugal integra boa parte dessa riqueza, já hoje transformada em produto turístico. Importa, pois, conhecê-la e divulgá-la, enquanto estratégia de valorização dos territórios nos quais se insere.
Assim, ao longo deste módulo, propomo-nos percorrer quintas vinhateiras durienses e da região dos vinhos verdes, as de maior enraizamento histórico, mas igualmente as unidades de produção mais recentes.
Olhar a sua arquitetura, paisagem, património artístico e religioso, estruturas vinárias e equipamentos associados, bem como os diferentes sistemas de armação da vinha que lhes andam associados.
Hoje o enoturismo vai-se afirmando enquanto atividade económica complementar que ganhou especial impulso em consequência da recente visibilidade turística internacional de Portugal. Importa, assim, colocar em diálogo saberes complementares que contribuam para o seu enriquecimento.
 
António Barros Cardoso

5ª sessão do Curso livre sobre História - Património - Turismo

Turistas na cidade e cidade dos turistas
 
Na transição do século XX para o século XXI, dois grandes movimentos se conjugaram para a explosão do turismo urbano além de Londres, Paris, Roma e Veneza e poucas mais cidades.
Por um lado, o turismo, essencialmente concentrado na associação sol e praia, passou a fazer-me mais vezes ao longo do ano e em estadas mais curtas. Por outro lado, as cidades, desindustrializadas e suburbanizadas, viram no turismo uma alternativa para criar emprego e vitalidade no tecido antigo, potenciando a atratividade dos seus centros.
Vai-se falar das consequências desta mudança - uma revolução! -, nas cidades de Porto e Gaia, e das posições que se tomaram ou podem tomar face à mudança, onde os voos de baixo custo e as novas procuras mundiais (da Europa de Leste, do Brasil e da China) são essenciais.
Em tempo de reflexão - a que a pandemia obriga todos - propõe-se a necessidade de uma posição política, com planeamento e ação, a favor do turismo, mas contrária a uma cidade dominada pelos turistas. 

18º Capítulo Queirosiano 2021



Capítulo da Confraria Queirosiana 2019:

Jardim das Camélias do Solar Condes de Resende

18º Capítulo Queirosiano – 2021

20 de novembro, sábado, 11 horas

Este ano de manhã!

BOLETIM DE INSCRIÇÃO

Caro Associado/Caro Confrade/Caro Amigo:

No passado ano de 2020 não se realizou o habitual Capítulo devido à pandemia, tendo o mesmo sido simbolicamente substituído por uma conferência por videoconferência. Porém este ano os Amigos do Solar Condes de Resende - Confraria Queirosiana vão comemorar o aniversário de Eça de Queiroz no próximo dia 20 de novembro, pela primeira vez A PARTIR DAS 11 HORAS DA MANHÃ com a entronização de novos confrades, a que se seguirá o habitual almoço com animação, além de outros contributos queirosianos, conforme programa anexo. 

Ler mais...